O SINDICARNE tem recebido diversas denúncias dos trabalhadores e trabalhadoras da Ave Nova, empresa do grupo Granja Brasília Agroindustrial Avícola unidade de  Betim.

Além dos baixos salários a Ave Nova impõe aos trabalhadores e trabalhadoras jornadas exaustivas, com 2 horas trabalhadas a mais todos os dias. As péssimas condições de trabalho que causam adoecimentos como inflamações nas articulações, doenças respiratórias e depressão, é uma das marcas da empresa junto à recusa de atestados médicos, negando aos empregados e empregadas o direito de não trabalhar doente. Sabemos que condições precárias de trabalho aumentam o risco de acidentes de trabalho e na Ave Nova não é diferente, lá o trabalhador é obrigado a trabalhar acidentado e ao não emitirem a CAT, fica totalmente dessegurado de assistência previdenciária.

Para impor toda essa exploração e subserviência aos seus empregados e empregadas, a empresa conta com um time de supervisores e encarregados assediadores, carrascos e puxa sacos que se utilizam de xingamentos, humilhações, ameaças de demissão, aplicação de advertências de forma abusiva para explorarem e aumentar ainda mais o lucro do patrão.

O SINDICARNE chamou uma reunião com a empresa em que ela negou tudo e uma mediação com o Ministério do Trabalho que encaminhou as denúncias para o Ministério Público do Trabalho.

Não bastasse aos donos da Ave Nova terem   aos seus pés supervisores e encarregados para oprimir e explorar seus empregados, no dia 30 de junho, contou também com a ajuda da polícia militar, que se utilizou da repressão para impedir   os trabalhadores de participarem da assembleia chamada pelo sindicato na porta da empresa.

REPUDIAMOS…

A atitude da empresa pela sua prática ante sindical ao se valer do aparato da PM para reprimir os trabalhadores e as trabalhadoras impedindo o sindicato de realizar a assembleia.

REPUDIAMOS…

A PM pelo papel odioso de defender interesses da empresa em detrimento dos direitos dos trabalhadores de se organizarem em seu sindicato para lutarem por melhores condições de trabalho e salários dignos.

Chamamos os trabalhadores e trabalhadoras da Ave Nova para se organizarem junto ao sindicato porque SOMENTE JUNTOS SERÃO CAPAZES DE:

Enfrentar os carrascos da Ave Nova com sua política de exploração e humilhação,

Resistir a repressão da PM,

Derrubar as reformas Trabalhista e Previdenciária do Governo Temer.

Botar pra fora todos eles! Temer, Maia e o congresso corrupto.

Não a criminalização da luta e dos lutadores! SINDICATO É PRA LUTAR!

Uma andorinha sozinha não faz verão.

Filie-se ao Sindicarne

Lindomar Raimundo Nicassio – Presidente